Olhar Sines no Futuro
BEM - VINDOS!!!!
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Conectar-se

Esqueci minha senha

Palavras chave

tvi24  cais  cmtv  

Últimos assuntos
Galeria


Outubro 2018
DomSegTerQuaQuiSexSab
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031   

Calendário Calendário

Flux RSS


Yahoo! 
MSN 
AOL 
Netvibes 
Bloglines 


Quem está conectado
1 usuário online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 1 Visitante :: 1 Motor de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 864 em Sex Fev 03, 2017 11:03 pm

Orientação das políticas públicas e do investimento para os setores não transacionáveis: uma estratégia claramente errada!

Ir em baixo

Orientação das políticas públicas e do investimento para os setores não transacionáveis: uma estratégia claramente errada!

Mensagem por Admin em Qua Maio 14, 2014 2:10 pm

Ao longo das últimas décadas, temos vindo a assistir a uma orientação estratégica errada em termos de modelo de crescimento da economia portuguesa, traduzida no afastamento do investimento de sectores mais expostos à concorrência internacional (“setores transacionáveis” da economia, como é por excelência a indústria transformadora), em regra com maiores ganhos potenciais de produtividade e de eficiência, por contraponto a uma concentração em sectores “mais protegidos” (sectores regulados, como a eletricidade e as telecomunicações, ou as infraestruturas), que foram apoiados pelas políticas públicas e pela banca. 
 
O direcionamento para os setores não transacionáveis da economia teve como consequência um conjunto de custos excessivos (rendas do setor energético; Parcerias Público Privadas; SCUTs …) que penalizaram seriamente aquele que deveria ser considerado o principal motor de desenvolvimento económico: o setor industrial! 
 
Esta tendência foi particularmente gravosa para as regiões Norte e Centro do País, especializadas na produção de bens transacionáveis e com forte orientação exportadora.


INTERVENÇÃO DO PRESIDENTE DA AEP - ASSOCIAÇÃO EMPRESARIAL DE PORTUGAL, JOSÉ ANTÓNIO FERREIRA DE BARROS, NO DIA REGIONAL DO ENGENHEIRO, SOB O TEMA «PORTUGAL – UMA NOVA CENTRALIDADE LOGÍSTICA», NO AUDITÓRIO PAULO QUINTELA, EM BRAGANÇA, NO DIA 29 DE SETEMBRO DE 2012. 

_________________
Cláudio Carneiro


Facebook
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 16761
Pontos : 49160
Reputação : 0
Data de inscrição : 07/12/2013
Idade : 31
Localização : Sines

Ver perfil do usuário http://olharsinesnofuturo.forumotion.com.pt

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum