Olhar Sines no Futuro
BEM - VINDOS!!!!
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Conectar-se

Esqueci minha senha

Palavras chave

tvi24  cais  cmtv  

Últimos assuntos
Galeria


Janeiro 2019
DomSegTerQuaQuiSexSab
  12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Calendário Calendário

Flux RSS


Yahoo! 
MSN 
AOL 
Netvibes 
Bloglines 


Quem está conectado
2 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 2 Visitantes

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 864 em Sex Fev 03, 2017 11:03 pm

Transiberiano: A maior das viagens

Ir em baixo

Transiberiano: A maior das viagens

Mensagem por Admin em Seg Jun 01, 2015 6:02 pm


De Moscovo até à fronteira da China – o Transiberiano percorre a mais longa linha ferroviária do mundo. O Russian Life embarcou numa viagem de 9 mil quilómetros.

Em cada dois dias, precisamente à meia-noite, o comboio Rossiya parte de Moscovo em direção a Vladivostok. Dura uma semana a viagem que cativa passageiros de todo o mundo, como Robert Bird, de Inglaterra: “é a mais longa viagem de comboio que existe. Portanto, há que fazê-la. Pela viagem em si, pelas paisagens, pelos sítios por onde nunca passei. É fascinante.”

Por estes dias, estas carruagens tornam-se numa segunda casa para centenas de passageiros. Como passar o tempo? É a primeira pergunta que se coloca. A maquinista Irina Savina afirma haver “muito poucos passageiros a fazer, de uma só vez, o trajeto Moscovo-Vladivostok. Aqueles que o fazem têm de estar preparados física e mentalmente. Não é fácil passar uma semana inteira num comboio. Mas fazemos tudo ao nosso alcance para tornar a viagem o mais agradável possível.”

Na primeira e segunda classes, existem compartimentos para dois ou quatro passageiros. É a opção mais procurada pelos turistas estrangeiros e pelos empresários que preferem este meio de transporte ao avião para se deslocarem entre os centros de negócios russos.

Há cerca de sessenta estações entre Moscovo e Vladivostok. Alguns aproveitam o tempo de paragem para esticar as pernas. Outros saem para visitar as localidades e retomam o Transiberiano mais tarde. Os mais aventurosos viajam em terceira classe, a “platzkart”, carruagens sem compartimentos fechados, onde o convívio é praticamente obrigatório.

Ao longo das várias paragens, muitos passageiros aproveitam para visitar a histórica cidade siberiana de Ecaterimburgo ou ir até um dos maiores lagos do mundo, o Baikal, antes de se dirigirem para a Mongólia e para China. Qualquer que seja o destino ideal, o Transiberiano oferece algo para quase todos os gostos.


Produzido por Denis Loctier
27/05/13 18:29 CET
© euronews 2015


_________________
Cláudio Carneiro


Facebook
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 16761
Pontos : 49160
Reputação : 0
Data de inscrição : 07/12/2013
Idade : 32
Localização : Sines

Ver perfil do usuário http://olharsinesnofuturo.forumotion.com.pt

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum