Olhar Sines no Futuro
BEM - VINDOS!!!!
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Conectar-se

Esqueci minha senha

Palavras chave

cais  cmtv  tvi24  

Últimos assuntos
Galeria


Outubro 2018
DomSegTerQuaQuiSexSab
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031   

Calendário Calendário

Flux RSS


Yahoo! 
MSN 
AOL 
Netvibes 
Bloglines 


Quem está conectado
1 usuário online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 1 Visitante :: 1 Motor de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 864 em Sex Fev 03, 2017 11:03 pm

Referendo sobre a independência na Madeira

Ir em baixo

Referendo sobre a independência na Madeira

Mensagem por Admin em Seg Nov 03, 2014 11:45 am


Nunca fui à Madeira, ilha encantadora, ao que me dizem. A região autónoma que, em conjunto com o Porto Santo, faz parte, é confrangedoramente pequena: segundo os dados do INE, as duas ilhas não têm mais de 260.000 habitantes. Como Portugal tem, aproximadamente, 10.500.000 habitantes, a Madeira representa apenas 2,5% do total. Só na cidade (não me refiro à área metropolitana, muito maior; somente à cidade) de Lisboa cabe a população de duas Madeiras. É pois uma região pequena, quer do ponto de vista demográfico quer económico, onde depende muito do turismo e da construção (quando a há). Tem, contudo, elevada importância estratégica para Portugal, pois aumenta, e muito, a nossa zona marítima exclusiva, que se projecta até 200 milhas (360 Km) das costas madeirenses.

O seu peso político, contudo, é superior às suas dimensões demográficas e económicas. Alberto João Jardim está em fim de carreira, mas não perdeu a sua capacidade de marcar a agenda. Desta vez disse, mais uma vez, que a Madeira é tratada como uma colónia por Lisboa.

Bem, pelo menos há que responder que as colónias não costumam ter parlamentos livremente eleitos e governos regionais que a eles dependem.

Os madeirenses, de forma geral, estão orgulhosos em serem portugueses. Estou convencido que, a realizar-se um referendo sobre a independência, o “Não” ganharia folgadamente.

Seria o fim da carreira política de Alberto João Jardim, que já vai bem longa (é presidente do governo da região desde 1978). Infelizmente, não ele sabe sair.

 Eduardo Ferreira, | 03/11/2014 00:08:53
SOL

_________________
Cláudio Carneiro


Facebook
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 16761
Pontos : 49160
Reputação : 0
Data de inscrição : 07/12/2013
Idade : 31
Localização : Sines

Ver perfil do usuário http://olharsinesnofuturo.forumotion.com.pt

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum