Olhar Sines no Futuro
BEM - VINDOS!!!!
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Conectar-se

Esqueci minha senha

Palavras chave

cmtv  cais  tvi24  

Últimos assuntos
Galeria


Dezembro 2018
DomSegTerQuaQuiSexSab
      1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031     

Calendário Calendário

Flux RSS


Yahoo! 
MSN 
AOL 
Netvibes 
Bloglines 


Quem está conectado
2 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 2 Visitantes

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 864 em Sex Fev 03, 2017 11:03 pm

Referendo sobre a independência na Madeira

Ir em baixo

Referendo sobre a independência na Madeira

Mensagem por Admin em Seg Nov 03, 2014 11:45 am


Nunca fui à Madeira, ilha encantadora, ao que me dizem. A região autónoma que, em conjunto com o Porto Santo, faz parte, é confrangedoramente pequena: segundo os dados do INE, as duas ilhas não têm mais de 260.000 habitantes. Como Portugal tem, aproximadamente, 10.500.000 habitantes, a Madeira representa apenas 2,5% do total. Só na cidade (não me refiro à área metropolitana, muito maior; somente à cidade) de Lisboa cabe a população de duas Madeiras. É pois uma região pequena, quer do ponto de vista demográfico quer económico, onde depende muito do turismo e da construção (quando a há). Tem, contudo, elevada importância estratégica para Portugal, pois aumenta, e muito, a nossa zona marítima exclusiva, que se projecta até 200 milhas (360 Km) das costas madeirenses.

O seu peso político, contudo, é superior às suas dimensões demográficas e económicas. Alberto João Jardim está em fim de carreira, mas não perdeu a sua capacidade de marcar a agenda. Desta vez disse, mais uma vez, que a Madeira é tratada como uma colónia por Lisboa.

Bem, pelo menos há que responder que as colónias não costumam ter parlamentos livremente eleitos e governos regionais que a eles dependem.

Os madeirenses, de forma geral, estão orgulhosos em serem portugueses. Estou convencido que, a realizar-se um referendo sobre a independência, o “Não” ganharia folgadamente.

Seria o fim da carreira política de Alberto João Jardim, que já vai bem longa (é presidente do governo da região desde 1978). Infelizmente, não ele sabe sair.

 Eduardo Ferreira, | 03/11/2014 00:08:53
SOL

_________________
Cláudio Carneiro


Facebook
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 16761
Pontos : 49160
Reputação : 0
Data de inscrição : 07/12/2013
Idade : 31
Localização : Sines

Ver perfil do usuário http://olharsinesnofuturo.forumotion.com.pt

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum