Olhar Sines no Futuro
BEM - VINDOS!!!!
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Conectar-se

Esqueci minha senha

Palavras chave

tvi24  cais  cmtv  

Últimos assuntos
Galeria


Outubro 2018
DomSegTerQuaQuiSexSab
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031   

Calendário Calendário

Flux RSS


Yahoo! 
MSN 
AOL 
Netvibes 
Bloglines 


Quem está conectado
1 usuário online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 1 Visitante :: 1 Motor de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 864 em Sex Fev 03, 2017 11:03 pm

Governo sem desculpas para não executar ligação ferroviária - Câmara de Viseu

Ir em baixo

Governo sem desculpas para não executar ligação ferroviária - Câmara de Viseu

Mensagem por Admin em Qui Mar 27, 2014 5:07 pm

Viseu, 27 mar (Lusa) -- O presidente da Câmara de Viseu, Almeida Henriques (PSD), considerou hoje que o Governo deixou de ter desculpas para não executar a ligação ferroviária entre Aveiro e a Linha da Beira Alta e depois a requalificação desta linha.

Durante a reunião da Câmara de hoje, Almeida Henriques referiu que "o corredor ferroviário da A25 e a ligação de Viseu à Linha da Beira Alta continuam a ser um desígnio político do município" e dele próprio.

O autarca contou que, na quarta-feira, em representação dos municípios, participou numa reunião do Grupo de Trabalho Centro-Norte (GT CN), liderado por associações empresariais, que teve como objetivo fechar a proposta a apresentar ao Governo com as opções para as Infraestruturas de Elevado Valor Acrescentado (IEVA), onde é destacada a aposta nos corredores ferroviários internacionais Aveiro-Salamanca e Sines--Caia.

"A proposta defende uma solução inovadora e racional para o país", frisou Almeida Henriques, explicando que "em vez de duas linhas em cada corredor, é preconizada uma solução de uma linha única com sistemas de 'bypass' para o cruzamento do tráfego".

Segundo o antigo secretário de Estado da Economia, a proposta "é inovadora porque é integradora dos dois principais corredores (Aveiro -- Viseu -- Salamanca e Sines -- Caia) e é inovadora e racional porque acomoda a sua execução aos montantes financeiros disponíveis".

"Com esta solução, não existem mais desculpas para que os investimentos estruturantes e modernizadores da conetividade e da competitividade nacional não sejam uma realidade", frisou.

Almeida Henriques destacou a "postura proativa" de tentar provar ao Governo e aos grupos parlamentares que "há condições para que estes dois corredores sejam feitos dentro do orçamento disponível para o próximo quadro comunitário de apoio".

O vereador do PS João Paulo Rebelo referiu que este é um tema "que une todos os partidos do concelho".
"Esperemos efetivamente que se faça este investimento tão estruturante para a nossa região", acrescentou.

O GT CN é composto pela Associação Empresarial de Portugal (AEP), Associação Industrial do Minho (AIMinho) e Conselho Empresarial do Centro (CEC).

AMF // SSS
Lusa/fim

27-03-2014 15:50 | País
Fonte: Agência Lusa
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 16761
Pontos : 49160
Reputação : 0
Data de inscrição : 07/12/2013
Idade : 31
Localização : Sines

Ver perfil do usuário http://olharsinesnofuturo.forumotion.com.pt

Voltar ao Topo Ir em baixo

Câmara de Viseu diz que não há desculpas para não se executar ligação ferroviária

Mensagem por Admin em Qui Mar 27, 2014 6:09 pm

Presidente do município defende que se avance com uma linha única de comboio junto à A25.




O presidente da Câmara de Viseu, Almeida Henriques (PSD), considerou esta quinta-feira que o Governo deixou de ter desculpas para não executar a ligação ferroviária entre Aveiro e a Linha da Beira Alta e depois a requalificação desta linha.

Durante a reunião da Câmara, Almeida Henriques referiu que "o corredor ferroviário da A25 e a ligação de Viseu à Linha da Beira Alta continuam a ser um desígnio político do município" e dele próprio.

O autarca contou que participou numa reunião do Grupo de Trabalho Centro-Norte (GT CN), liderado por associações empresariais, que teve como objectivo fechar a proposta a apresentar ao Governo com as opções para as Infra-estruturas de Elevado Valor Acrescentado (IEVA), onde é destacada a aposta nos corredores ferroviários internacionais Aveiro-Salamanca e Sines--Caia.

"A proposta defende uma solução inovadora e racional para o país", frisou Almeida Henriques, explicando que "em vez de duas linhas em cada corredor, é preconizada uma solução de uma linha única com sistemas de 'bypass' para o cruzamento do tráfego".

Segundo o antigo secretário de Estado da Economia, a proposta "é inovadora porque é integradora dos dois principais corredores (Aveiro - Viseu - Salamanca e Sines - Caia) e é inovadora e racional porque acomoda a sua execução aos montantes financeiros disponíveis".

"Com esta solução, não existem mais desculpas para que os investimentos estruturantes e modernizadores da conectividade e da competitividade nacional não sejam uma realidade", frisou.

Almeida Henriques destacou a "postura proactiva" de tentar provar ao Governo e aos grupos parlamentares que "há condições para que estes dois corredores sejam feitos dentro do orçamento disponível para o próximo quadro comunitário de apoio".

O vereador do PS João Paulo Rebelo referiu que este é um tema "que une todos os partidos do concelho". "Esperemos efectivamente que se faça este investimento tão estruturante para a nossa região", acrescentou.

O GT CN é composto pela Associação Empresarial de Portugal (AEP), Associação Industrial do Minho (AIMinho) e Conselho Empresarial do Centro (CEC).

LUSA 

27/03/2014 - 17:57
© 2014 PÚBLICO
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 16761
Pontos : 49160
Reputação : 0
Data de inscrição : 07/12/2013
Idade : 31
Localização : Sines

Ver perfil do usuário http://olharsinesnofuturo.forumotion.com.pt

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum